Conhecendo a Arlequina (Harley Quinn) de Esquadrão Suicida


Desde o primeiro teaser de Esquadrão Suicida fiquei intrigada com a Arlequina. Dos personagens do filme, só conhecia o Coringa e, mesmo assim, essa em especial me chamou a atenção. Perguntei pro meu namorado quem era e acabei deixando pra lá. Depois do mais recente trailer que deixou os visitantes da Comic-Con alvoroçados (e eu também!) fiquei ainda mais curiosa.


É ou não é de arrepiar?

Ela tem aquele ar psicótico do Coringa, mas de um jeito mais inconsciente, como se fosse o natural dela. Parece perigosa por baixo da camada de delicadeza. Pendurada no tecido, o ar é de bailarina, mas com aquela roupa e o taco de beisebol nas costas, não tem como confundir: é uma assassina. Lobo na pele de cordeiro. Parece que a atriz Margot Robbie vai mandar bem no papel.

Principalmente por causa desse último trailer, resolvi procurar saber mais sobre a vilã. Lendo artigos na internet e vídeos no youtube, descobri que é consenso que a fonte primária da Arlequina na DC é a história do Batman "Mad Love". A revista faz parte da série "Batman Adventures", mas, nesse volume, a Arlequina é o foco. Na história, ficamos sabendo das origens da moça e o começo de sua relação com Coringa.

Eu esperava uma coisa completamente diferente. Pra mim, Arlequina era a protagonista de sua história, uma vilã fria, calculista e com uma postura conflitante com o seu exterior de boneca. O que vemos em Mad Love, como o título diz, é uma mulher atormentada por um cara com quem tem um relacionamento completamente abusivo. Ela parece ter a cabeça fraca e não a inteligência que imaginei no começo.

Mesmo assim, gostei de ler lido a revista. É tudo bem previsível, claro, mas foi só o começo da saga dela, né? Confesso que esperava mais do enredo, achei tudo muito simplório e objetivo demais - além de previsível, como já citei -, mas imagino que seja uma característica das histórias de super herois, ainda mais de sagas longas como Batman Adventures.

Também é consenso aí na comunidade que a Arlequina é sim uma mulher inteligente e o seu ponto fraco é o amor cego pelo Coringa. Pelo que andei lendo, existem várias séries dela com outras vilãs da DC ou solo, então imagino que o foco saia um pouco da sua relação com o Coringa e seja mais nela mesma que, pela história de vida, tem sim muita bagagem pra protagonizar histórias interessantes.

Já baixei alguns volumes da saga dela sozinha mais recente e também as revistas do Esquadrão Suicida. O filme é só ano que vem, então tem bastante tempo pra colocar em dia, né?

Bom, gente, como vocês puderam ver, sou bem leiga no assunto, tanto que cheguei nos quadrinhos pelo filme que ainda nem lançou. Posso ter falado um monte de abobrinha nesse post e, se for o caso, peço desculpas. Escrevo esse texto como uma curiosa. Além de Arlequina e Esquadrão Suicida, também baixei Ms. Marvel, Kick-Ass e Hit Girl.

Se você tem outras dicas sobre o universo DC ou outros quadrinhos pra me indicar (se for sobre grandes mulheres, então, melhor ainda!), deixem nos comentários :)

Comentários

Postagens mais visitadas