Contos de uma Fada, Leticia Black


Contos de Uma Fada
A Nascente das Montanhas
Letícia Black | Novo Século | 320 págs. | Skoob

UM JULGAMENTO AGUARDA POR MICHELLE. SEU CRIME? NASCER. Michelle está prestes a ter sua vida virada de cabeça para baixo. Ela passa de uma simples garota carioca que gasta seu tempo livre com o namorado, Guilherme, para uma princesa de Lammertia, a terra das fadas. Descobrindo ser fruto da junção perigosa de elfos e fadas e que não deveria ter sobrevivido aos primeiros segundos de vida, Michelle parte para a Nascente das Montanhas com a ajuda de seus novos e mágicos cúmplices. Ela tem de convencer a todos do reino que pode continuar viva; e isso não será nada fácil. Tudo o que a nova princesa deseja é voltar para casa e para seu namorado. Mas antes terá de mudar o mundo das fadas para sempre. Será que ela vai conseguir?


Oba, resenha nacional no VaP! \o/

Contos de uma Fada conta a história de Michelle, uma carioca com problemas familiares. Ela não se dá nada bem com a família e acaba indo passar um tempo com o namorado super fofo, o Guilherme. Os dois são muitos perfeitos juntos, o tipo do casal que, acima de tudo, é muito companheiro. Só que, de uma hora pra outra, Michelle se vê obrigada a abandonar o amor de sua vida pois um PAR DE ASAS BROTOU NAS SUAS COSTAS!!!!!!!

E tipo, a premissa do livro é muito bacana, ainda mais depois que ela chega na terra das fadas, Lammertia. Leticia criou toda uma sociedade fádica diferente e nova, que convive com outras espécies mágicas e tem costumes diferentes, dando um ar cultural bem-feito. Por exemplo: as fadas são divididas em classes de acordo com a cor de suas asas e cada classe tem um papel diferente pra fazer a comunidade funcionar.

Além disso, há riqueza na história dos seres mágicos. Há guerras, revoltas, mistura de espécies e Michelle está bem no meio de tudo isso. Ela é uma híbrida. Sua mãe é uma fada e seu pai um elfo. Acho que dava pra ter explorado muito bem esse aspecto, fazendo de Michelle uma personagem importante na história de Lammertia. E acho que essa era a intenção, pois na sinopse diz que Michelle terá que mudar a vida das fadas pra sempre, mas não é bem isso que acontece.

Durante todo o livro, toda essa riqueza de detalhes não recebe a devida atenção. Michelle fica o livro todo numa rotina sem graça, sem desempenhar nenhum papel importante, pensando apenas em como voltar para a Terra para rever Guilherme e explicar porque sumiu. Acho que esse objetivo empobreceu a narrativa porque, pelo menos ao meu ver, ele não é empolgante diante das outras possibilidades. E o pior é que a autora vai preparando o terreno para acontecimentos mais importantes o tempo todo, mas o leitor fica preso nessa vidinha sem graça de uma personagem sem graça durante todo a história. Então assim, acho que tinha tudo pra dar certo, mas a autora focou no lugar errado: o romance proibido entre uma fada e um humano.

Não que o romance não seja legal, porque, como já disse, Michelle e Guilherme são um casal ótimo, muito diferente do que estamos acostumados a ver. E um ponto super positivo é que não há triângulo amoroso! Mas acho que dava pra conciliar o papel de princesa de Lammertia com o de humana apaixonada vivendo um amor impossível.

Falando um pouquinho dos personagens agora, acho que foram todos ok. Achei Michelle chata, como já deu pra perceber. A autora gosta de enfatizar que ela é forte, mas não senti isso. Senti que Michelle é uma personagem passiva, mimadinha, sabe? O irmão que ela descobre ter, Kieran, é engraçadinho, fofo, e conselho dela com uma fada de cada casta é rico pelas meninas serem muito diferentes entre si, entretanto apenas algumas personagens recebem mais destaque enquanto outras ficam quase completamente esquecidas.

O resto dos personagens, como os pais biológicos de Michelle, têm a personalidade bem definida, o que não foi o caso da própria protagonista, e a relação entre eles também merecia uma maior exploração. Sei lá, se eu continuar a resenha só vou ficar falando aqui como tudo é muito interessante, mas o enredo só fala do namoro de Michelle e Guilherme e todo o resto fica esquecido, desprezado. Acho que a autora pecou muito numa história e num universo que tinham tudo pra ser incríveis.

Comentários

Postagens mais visitadas